Por que comprar um rebolo sob medida?

Tempo de leitura: 9 minutos

Se você chegou até este artigo é porque provavelmente você está indeciso sobre qual rebolo abrasivo comprar e quer conhecer mais informações sobre este universo dos abrasivos.

Não é fácil ser consumidor, ainda mais se você compra em nome de uma empresa ou instituição. Nesse caso a atenção precisa ser redobrada, pois uma compra errada pode causar uma bela dor de cabeça, não é mesmo?

Para que você entenda a importância de comprar rebolos especiais e sob medida, nós vamos dar um exemplo bem claro em que um produto padrão à pronta entrega pode ser uma possível solução rápida, mas às vezes não é a melhor.


Cenário: Acabei de me mudar e não tenho móveis. Morava em uma casa e agora moro em um apartamento menor.

Opção A: Comprar móveis prontos e tentar encaixar nos ambientes da melhor maneira possível.

Opção B: Fazer um projeto para cada ambiente e comprar móveis feitos sob medida.


Aparentemente a opção B pode parecer trabalhosa e inviável, mas podemos levantar algumas vantagens importantes dessa opção:

– Não comprar por impulso: Nessa opção será necessário analisar todos os ambientes e coletar medidas e necessidades específicas, e isso, com certeza, será uma compra planejada e não por impulso! Com isso, você já evita gastos desnecessários e desperdícios.

– Planejamento: Realizando um bom planejamento você pode considerar todas as suas exigências, como por exemplo no caso dos móveis, você pode fazer um armário que caiba perfeitamente tudo, otimizando cada canto do seu cômodo. Isso com certeza fará a diferença!

– Satisfação: Na opção B, você terá o poder de escolha e a satisfação de ver um plano em ação, que não é mais do mesmo, mas sim o melhor para você. O novo apartamento será realmente um novo lar com a sua cara e completamente feito para atender todas as suas necessidades!

Rebolos Especiais

Esses exemplos acima demonstram que detalhes podem fazer a diferença, e ser criterioso na hora da compra entre um produto e outro também!

Sabemos que trabalhar na área de suprimentos ou compras de uma empresa não é uma tarefa fácil! Prazos e preços são tópicos constantes a serem questionados.

Se você tem essa dúvida: “devo comprar um rebolo abrasivo padrão ou devo comprar um rebolo abrasivo sob medida”?

Lembre-se do exemplo acima. Um rebolo padrão pode atender muito bem a sua necessidade, isso não é um problema, mas atente-se para não ser impulsivo e comprar sem um planejamento.

Para ajudar no seu planejamento vamos levantar alguns pontos importantes que fazem a diferença quando falamos em comprar rebolos abrasivos, assim você poderá decidir qual é a melhor opção para o seu caso!

O que são rebolos especiais?

Vamos partir do princípio que ao desenvolvermos um rebolo abrasivo especial ou sob medida todas as suas características podem ser personalizadas, e isso nos dá um mundo de possibilidades!

Então, em resumo, rebolos especiais são ferramentas abrasivas feitas de acordo com a necessidade do cliente.

Características de um Rebolo Abrasivo especial ou sob medida

As características que descreveremos abaixo são importantíssimas e suas medidas, na maioria das vezes, são intransferíveis.

Isso quer dizer que a fórmula do rebolo que elaboramos para a sua aplicação não serve para outro cliente, pois o modo e a utilização do rebolo podem ser diferentes.

Por isso, é importante se atentar a essas peculiaridades e optar por um rebolo sob medida.

Vamos às características!

  • Medidas

O rebolo abrasivo tem três medidas principais que são extremamente relevantes na hora da fabricação. Essas medidas são:

– Diâmetro;

– Espessura;

– Furo;

A unidade de medida utilizada para a compra de rebolos é em polegadas, caso você precise converter suas medidas de polegadas para milímetros ou vice-versa, temos aqui uma Tabela de Conversão para facilitar e dar mais praticidade ao seu dia a dia!

Considerando que o rebolo pode desempenhar vários tipos de operações, é essencial que essas medidas sejam adequadas de acordo com a máquina a ser utilizada.

Imagine se você compra um rebolo abrasivo e ele não se encaixa perfeitamente na sua máquina? Certamente, você terá um grave problema que acarretaria no tempo de parada da produção.

Por isso, é importante que tenha uma folga entre o eixo da máquina e o furo do rebolo para evitar tensões no rebolo que, normalmente, são causadas pela montagem inadequada.

  • Formatos

Existem diversos tipos de rebolos, dentre eles estão os rebolos:

– Reto;

– Anel;

– Com rebaixo de um lado;

– Com rebaixo dos dois lados;

– Copo cônico;

– Copo reto;

– Prato;

– Chanfrado;

Ter diversos formatos de rebolos proporciona uma imensidão de possibilidades na utilização dos rebolos.

Esses formatos podem ser usados nas retíficas de engrenagens e virabrequins, na afiação de ferramentas de corte (brocas, serras, fresas, facas gráficas), na rebarbação de peças na fundição, dentre várias outras aplicações.

  • Definição do grão abrasivo

Para que o rebolo abrasivo tenha um desempenho ideal para o tipo de operação que você vai realizar, é fundamental que você defina o tamanho do grão abrasivo.

Se, por exemplo, a operação que você executar for desbaste é recomendado que você utilize um grão mais grosso. Em outro caso, se a operação for acabamento, um grão mais fino terá uma performance melhor!

Ajustar o grão abrasivo para a sua necessidade fará toda a diferença no resultado final e evitará possíveis complicações.

Quando se faz o uso inadequado de um grão, o rebolo torna-se incorreto para o fim a que se destina e, consequentemente, será rejeitado para o trabalho que se deseja executar na peça de trabalho.

  • Dureza do Rebolo

Este é um tópico muito essencial, por que a queima da peça de trabalho é um dos erros mais comuns quando a dureza do rebolo está muito elevada e inadequada para o tipo de operação que você irá realizar.

Então, se já ocorreu algo parecido na sua produção, como por exemplo, a queima da sua peça de trabalho, verifique com seu fabricante a dureza do rebolo e certifique que você está utilizando o rebolo certo.

A dureza é determinada pela quantidade de liga que o rebolo possui, quanto mais liga o rebolo tem, mais duro ele será.

Assim que você recebe o rebolo, no rótulo dele está descrito todas as especificações, dentre elas, está a dureza.

Abaixo temos uma Tabela de Dureza do Rebolo, que indica todos os estágios de dureza segundo a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas):

 TABELA DE DUREZA DO REBOLO

CLASSIFICAÇÃO DOS GRÃOS ABRASIVOS QUANTO À DUREZA

Extremamente macios
A – B – C - D
Muito macios
E – F - G
Macios
H – I – J - K
Médios
L- M – N - O
Duros
P – Q – R - S
Muito duros
T – U – V - W
Extremamente duros
X – Y - Z

Fonte: Norma Brasileira ABNT NBR 15230:2016

  • Tipo de Liga

Se você chegou até aqui, deve ter percebido que sempre “batemos na mesma tecla” de que o rebolo abrasivo deve ser adaptado para o tipo de operação que você vai realizar, isto porque procuramos atender a todas as necessidades de nossos clientes e agregar cada vez mais vantagens.

Com o tipo de liga não é diferente! A seleção do tipo depende do material a ser trabalhado, do tipo de operação e da precisão requerida na peça.

Existem atualmente, segundo a norma NBR 15230:2016, oito tipos de ligas diferentes para a composição do rebolo, mas nós iremos falar apenas de duas ligas que utilizamos aqui na NAG Abrasivos, que são as ligas vitrificadas e resinoides.

     – Ligas vitrificadas:

São ligas mais indicadas para operações de precisão, como as de acabamento, afiação de ferramentas, retificação de eixos, perfis e virabrequins.

São frágeis a impactos e grandes pressões de trabalho, pois são constituídas de materiais naturais como argila, quartzo e feldspato.

Um rebolo de liga vitrificada, se armazenado corretamente, chega a ter uma vida útil de dez anos.

     – Ligas resinoides:

São constituídas, como o próprio nome já diz, através da mistura de resinas.

São ligas empregadas em operações de corte e desbaste pesado, e de precisão, como abertura de canais em ferramentas de corte (brocas, fresas, serras, machos, etc.).

Os rebolos resinoides, se armazenados corretamente, tem uma vida útil de seis meses.

Conclusão

A grande vantagem que existe em usar rebolos especiais no processo de produção é a adaptação perfeita ao tipo de operação que você irá realizar.

Você irá conseguir personalizar medidas, formatos e dureza do seu Rebolo. Com certeza essa combinação somada ao tipo de operação, à máquina e ao material da peça a ser trabalhada irão lhe trazer mais produtividade e consequentemente um melhor custo-benefício.

Por isso na hora de comprar um rebolo, tenha a certeza de seguir um planejamento sendo criterioso e analítico para definir qual o melhor tipo de rebolo para a sua produção.

Seja um rebolo padrão ou sob medida, o importante é planejar e comprar com qualidade, assim você terá a garantia de satisfação da compra realizada!