A importância das máquinas na agricultura

Tempo de leitura: 5 minutos

Produzir para sobreviver! Essa era a principal forma de pensamento das pessoas que habitavam em comunidades antigamente.

O homem que sustentava toda a sua família tinha como prioridade, basicamente, suprir as necessidades alimentares das pessoas que estavam ao seu redor.

Sem muitos recursos ele pegava sua enxada, arava a terra, abria espaços no solo, distribuía as sementes e esperava dias ou até mesmo meses para poder colher alimentos como: verduras, legumes, frutas e cereais para oferecer à sua família e conquistarem a sobrevivência.

A utilização das máquinas não era muito frequente. Imagine o sofrimento e a dificuldade para realizar este processo todos os dias…

Máquinas na Agricultura
Agricultura: a dificuldade do processo produtivo de alimentos antigamente

Sua produtividade era baixíssima e ainda, muitas vezes, surgiam pragas que devastavam toda sua plantação e levavam embora dias e meses trabalhados para o cultivo de um único alimento.

Foi a partir da Revolução Industrial que esse sofrimento cessou. Essa revolução possibilitou a integração entre dois setores que são a base da economia no Brasil: a agricultura e a indústria.

A união desses setores surgiu a partir da necessidade do homem de aumentar sua produtividade e gerar capital. Agora, não havia apenas o pensamento de produzir para sobreviver.

Com o aumento desordenado da população e a necessidade de comércio a agricultura demandava uma produção ainda maior. Graças a essa industrialização, hoje, podemos cultivar inúmeras quantidades de produtos com um tempo muito menor.

Assim chegamos ao ápice da modernização nos meios de processo da agricultura: a utilização e a manutenção das máquinas.

Exemplos de máquinas agrícolas e sua importância

A utilização de máquinas na agricultura está relacionada a todos os processos e especialmente ao uso de veículos automotivos como: tratores, colheitadeiras, semeadoras e pulverizadores que auxiliam na realização das atividades produtivas.

Máquinas na agricultura
Mecanização: a utilização de máquinas industriais é um dos traços atuais da agricultura no Brasil

O homem antigamente realizava algumas atividades como o preparo do solo,  adubação, plantio, aplicação de defensivos e a colheita da produção, com a força humana e a ajuda dos animais.

Atualmente, esses processos foram facilitados com a industrialização. Agora, para a realização dessas atividades existem máquinas específicas. Cada uma dessas máquinas tem uma relevância no processo produtivo, vejamos a seguir:

– Os tratores têm como principal função arar o solo, com sua utilização é possível diminuir os trabalhos manuais e de tração animal que atrasam o processo agrícola;

– As colheitadeiras possuem como funcionalidade a colheita dos mais diversos tipos de cereais e grãos. Essas máquinas são programadas para diferenciar um cereal do outro; após essa separação, as colheitadeiras são responsáveis pela limpeza das sementes, facilitando o manejo antes de serem comercializadas;

– As semeadoras são responsáveis pela abertura de espaços no solo e pela distribuição das sementes. Essas atividades devem ser realizadas de forma precisa para que seja depositada a quantidade necessária de sementes; e

– Os pulverizadores atuam controlando as pragas mais comuns que atacam as plantações, esses pulverizadores dosam a aplicação de defensivos ou fertilizantes sobre determinado plantio.

Agora ficou mais claro entender a importância dessas máquinas na produção no setor da agricultura!

A importância da manutenção das máquinas agrícolas

Sendo agregado tanto valor ao uso das máquinas, torna-se obrigatória a manutenção das mesmas de modo correto.

Uma máquina que não está em funcionamento não é rentável no sistema de produção agrícola, ou seja, não aplica vantagens ao agronegócio e nem a outros ramos de atividades.

Seria o mesmo que voltar aos tempos da agricultura de subsistência onde o homem não tinha muitos recursos para sua produção, como exemplificado no começo desse texto.

A fim de evitar prejuízos financeiros com a manutenção, as empresas têm se preocupado cada vez mais em manter a qualidade do funcionamento de suas máquinas.

Máquinas na agricultura
Vantagens da utilização de máquinas na agricultura: aumento da produtividade e a otimização da produção

Não podemos esquecer que a indústria agrícola produz em grande volume, com isso as máquinas se desgastam rapidamente causando a necessidade de manutenção imediata.

Um exemplo muito claro dessa situação são quando as facas das colheitadeiras, em função da resistência e abrasividade do produto a ser colhido, ficam cegas em pouco tempo de atividade.

Portanto, o mau funcionamento das facas interfere diretamente na colheita do produto o que pode causar grandes prejuízos e desperdícios, como a perda total dos alimentos produzidos. Isso é um problema grave!

Conclusão

Podemos ver que com o passar dos tempos, a agricultura se tornou uma atividade relevante no cenário brasileiro graças a mecanização dos processos, isto é, graças a utilização de máquinas no setor agrícola.

Com o uso das máquinas foi possível uma ampliação da produtividade e também uma melhoria dos processos que, antigamente, necessitavam da força humana, ou até mesmo dos animais para arar a terra, por exemplo.

Atualmente, podemos perceber o surgimento de empresas que se preocupam com o desenvolvimento e a manutenção dessas máquinas para um constante aperfeiçoamento da produção, a fim de evitar prejuízos e danos pelo não funcionamento das mesmas.

As ferramentas abrasivas são grandes aliadas quando falamos em manter a qualidade de uma ferramenta de corte, como por exemplo, as diferentes lâminas que constituem as diversas máquinas agrícolas.

Os rebolos abrasivos trabalham fielmente para manter a qualidade do corte dessas ferramentas. A afiação correta das lâminas pode garantir uma melhor vida útil das máquinas agrícolas, por isso também vale lembrar a importância da manutenção desse componente chave!