Como dressar rebolos: tudo sobre dressagem de rebolo abrasivo

Tempo de leitura: 4 minutos

Como dressar rebolo: tudo sobre dressagem de rebolos abrasivos

Como dressar rebolo abrasivo?

Para quem trabalha com rebolos na produção, ou é iniciante nesse ramo, entender como é feita a dressagem de rebolo abrasivo é essencial.

Diante dos diversos tipos de dressadores, indicadospara os diferentes formatos de rebolos abrasivos disponíveis no mercado, podem surgir muitas dúvidas. E, errar na escolha do dressador, por desconhecimento sobre como dressar o rebolo adequadamente, acaba prejudicando a qualidade da operação.

Neste artigo nós apresentamos valiosas informações para você entender direitinho os detalhes que envolvem a dressagem de rebolos abrasivos:

O que é dressagem de rebolo e qual sua importância?

Quais são os principais tipos de dressadores?

Dicas para realizar a dressagem correta dos rebolos abrasivos.

O que é dressagem de rebolo abrasivo e qual sua importância?

A dressagem de rebolos abrasivos nada mais é do que a operação responsável por perfilar e afiar as arestas de corte dos rebolos. Ela é necessária para reestabelecer a capacidade de corte do rebolo, a fim de proporcionar um melhor desempenho dapeça, seja desbaste, corte, afiação, acabamento, retificação, ou qualquer outra a sua aplicação. As principais finalidades da operação de dressagem são:

  • Remoção dos grãos abrasivos gastos para melhorar a agressividade da face de trabalho do rebolo;
  • Obtenção de alinhamento da face de trabalho do rebolo com o eixo de rotação;
  • Perfilamento da face de trabalho do rebolo.

É importante destacar que, após um determinado tempo de operação, o processo de retificação gera um desgaste das arestas de corte do grão abrasivo. Esse desgaste impossibilita que a retificação seja feita com bom rendimento. É aí que a dressagem do rebolo é necessária.

Tipos de dressagem

Como a dressagem do rebolo abrasivo, geralmente, depende da aplicação final da peça, há diversos tipos de dressagem. Entre elas:

  • Dressagem transversal externa;
  • Dressagem em mergulho;
  • Dressagem de perfil.

A escolha do momento certo para realizar a dressagem de rebolo abrasivo é fundamental!

A principal função do dressamento é restaurar a habilidade de corte do rebolo, fazendo com que os grãos ‘nasçam’ novamente na superfície de trabalho. Sendo assim, o melhor momento para realizar a dressagem é quando o rebolo está empastado ou perdeu seu poder de corte.

O empastamento do rebolo ocorre quando a face de trabalho do rebolo apresenta cavacos de outros materiais retificados anteriormente, como latão, bronze e alumínio. Com a presença dessas partículas nos poros do rebolo, a ferramenta perde sua capacidade original de corte, ficando lisa.

Não existe uma frequência ideal para realizar a dressagem do rebolo, pois esse é um fator que varia de acordo com o tipo de operação de cada indústria. Existem casos de indústrias que retificam cerca de mil peças e só depois disso dressam os rebolos. Há outros casos, nos quais é necessário dressar o rebolo a cada peça retificada, como nas retíficas de virabrequim. Desse modo, é importante destacar que a frequência de dressagem de rebolo abrasivo está intimamente relacionada ao tipo de operação.

Se na sua indústria, você sente a necessidade de dressar o rebolo frequentemente, há duas hipóteses a serem analisadas:

  1. O rebolo abrasivo não é o mais adequado para o seu tipo de operação;
  1. O tipo de operação exige que seja realizado o dressamento frequente para melhor desempenho da retificação.

Na primeira hipótese, é recomendado que você procure um fabricante de rebolos abrasivos que seja especialista no desenvolvimento de rebolos especiais para adequá-lo à sua operação.  Assim, um rebolo específico conseguirá agregar mais vantagens à sua produção. Para encontrar uma solução personalizada, entre em contato com alguma fábrica de rebolos abrasivos para desenvolver o rebolo certo para o seu negócio.

Já, na segunda hipótese, você deve tomar alguns cuidados, pois a dressagem de rebolo abrasivo feita incorretamente pode diminuir drasticamente a vida útil da peça, além de aumentar o tempo do processo produtivo, devido ao maior número de interrupções na produção para realizar a operação de dressamento do rebolo. Observe se a dressagem está sendo feita da forma adequada.

Quais são os principais tipos de dressadores de rebolo?

dressador

Há dois sistemas para fazer a dressagem de rebolos abrasivos: ferramentas de aplicação manual e ferramentas rotativas. As ferramentas mais comumente utilizadas para dressar rebolos são:

  • Dressadores de diamantes múltiplos e em matriz;
  • Roletes estacionários e giratórios de diamante;
  • Pontas simples de diamante;
  • Roletes de esmagamento;
  • Bastões retificadores;
  • Rodas retificadoras;
  • Rosetas.

A escolha do dressador ideal vai depender do formato do rebolo e da finalidade da peça. Mais uma vez, a personalização de ferramentas pode ser um recurso valioso na produção industrial.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a dressagem de rebolo abrasivo, descubra como identificar uma trinca no rebolo.