Tudo sobre afiação de ferramentas de corte!

Tempo de leitura: 7 minutos

Afiação de ferramentas de corte
A afiação das ferramentas – broca, fresa, serra, faca e machos – garante boa qualidade e melhor acabamento

Daria pra fazer um bom corte de cabelo com uma tesoura que não estivesse bem afiada? E uma barba bem feita com uma navalha com corte ruim? As respostas para essas perguntas, com certeza, são NÃO e NÃO.

Não é somente o barbeiro o único profissional que precisa manter suas ferramentas de corte bem afiadas. Qualquer profissional precisa deixar suas ferramentas em ordem para fazer um bom trabalho.

Geralmente, depois de algum tempo as ferramentas de corte se desgastam passando a perder as suas propriedades principais, como suas arestas de corte e elementos da geometria do corte (profundidade, comprimento, espessura e largura do corte), tornando-se totalmente inutilizáveis.

O desgaste é a porta de entrada para dois inimigos bastante indesejáveis: a queda na produtividade e na qualidade. Os problemas se traduzem em aquecimento excessivo da peça e da ferramenta de corte, aumento do esforço da máquina, aumento do tempo de confecção e, é claro, acabamento ruim.

Logo, a solução para o desgaste das ferramentas de corte é a sua restauração, para isso temos a operação de afiação.

Mas o que seria afiação?

Afiar é dar forma e perfilar arestas de ferramentas de corte que podem ser recém-fabricadas ou restauradas, no caso de ferramentas que foram desgastadas pelo uso e perderam o seu poder de corte como: facas, cutelos, alicates, tesouras, espadas, fresas, serras, estiletes, bisturis, entre outros.

A afiação é feita quase sempre com rebolos abrasivos, que também são ferramentas de usinagem utilizadas nas retíficas. A usinagem nada mais é que um processo de fabricação que confere formato, dimensão e acabamento à superfície de uma peça.

Na usinagem, a utilização dos rebolos está relacionada ao processo de remoção de material da superfície das ferramentas de corte que demandam grande precisão em suas medidas e acabamentos mais finos.

Afiação de ferramentas de corte
A afiação é importante para o alto desempenho das ferramentas

Ferramentas de corte

As ferramentas de corte podem ser: monocortantes ou policortantes. Quando a ferramenta tem apenas uma aresta de corte ela é denominada de monocortante; já quando a ferramenta possui várias arestas ela é chamada de policortante.

Dentro do grupo das ferramentas monocortantes temos os bites, que são barras com extremidades que podem ser perfeitamente afiadas para serem utilizadas nas operações de aplainamento ou torneamento.

Na operação de aplainamento a função principal é obter superfícies planas, como o próprio nome já diz; e na operação de torneamento o objetivo é a fabricação de peças cilíndricas, cônicas ou ainda planas.

Além disso, temos o conjunto das ferramentas policortantes, como a broca, a fresa, a serra, o macho, etc. Essas são algumas das várias ferramentas que dependem de uma afiação eficaz para o seu bom funcionamento. Mais adiante você vai entender quais são as funções dessas ferramentas e seus tipos.

  • Brocas:

rebolo para afiação de brocas
Afiação de Brocas

A broca é uma ferramenta, na maioria das vezes de formato helicoidal, e que tem como objetivo perfurar um material de forma precisa e rápida e ainda levar os cavacos (restos de material que são removidos) para fora da abertura ou do furo.

São feitas, geralmente, de aço rápido devido sua dureza e resistência elevada. Existem diversos tipos de brocas, como por exemplo: broca de três pontas, broca de videa (ou broca para concreto), broca serpentina, broca de aço rápido, broca escalonada, etc.

  • Fresas:

Afiação de fresas
Afiação de Fresas

A fresa é uma ferramenta rotativa para usinagem de materiais, composta por uma série de dentes e gumes, geralmente dispostos simetricamente em torno de um eixo. Esses dentes removem o material da peça, transformando-a a partir da forma e dimensões desejadas.

São feitas principalmente de aço rápido, assim como as brocas, devido a sua boa resistência e dureza elevada. Existem variados tipos de fresas, como por exemplo: fresa com haste, fresa cilíndrica, fresa angular, fresa de topo, fresa de disco, fresa caracol, etc.

O rebolo comumente utilizado para a afiação de fresas é o rebolo faca, que também é usado na retífica de engrenagem.

  • Serras:

Afiação de Serras
Afiação de Serras

A serra é uma ferramenta utilizada para cortar diversos tipos de materiais, composta por uma série de dentes e gumes, assim como a fresa, que em algumas ocasiões são revestidos de metal duro ou diamante.

Os tipos mais comuns de serras são: serra circular, serra copo (tem formato de copo com as bordas serrilhadas), etc. O rebolo mais utilizado para a afiação de serras é o rebolo reto.

  • Machos:

Afiação de Machos
Afiação de Machos

Machos são ferramentas que têm a função de gerar roscas internas em furos para o rosqueamento de parafusos. Eles também são fabricados de aço rápido e podem ser usados para diversas finalidades, como gerar roscas para porcas, tubos ou ocasiões especiais, sejam manuais ou com a utilização de máquinas.

Tipos de materiais das ferramentas de corte

Para saber a melhor maneira de afiar um alicate, afiar uma faca ou qualquer outro tipo de ferramenta (broca, fresa, serra, macho) por exemplo, é necessário entender de que tipo de material é feita a ferramenta.

Como já exemplificado acima, os materiais mais comuns utilizados em ferramentas de corte são:

  • Aço inox: amplamente utilizado na fabricação de alicates de cutícula, tesouras, facas e formões;
  • Metal duro: na fabricação de brocas de videa;
  • Aço rápido: na fabricação de alguns tipos de brocas, fresas, serras e machos.

Tipos de afiação: manual ou em máquinas

A afiação dessas ferramentas pode ser feita de duas maneiras: manualmente ou com a utilização de máquinas.

Quando feita de forma manual, o resultado depende da habilidade do afiador ou operador, isto é, a pessoa tem que ter destreza e possuir facilidade no manuseio da máquina, como a moto esmeril ou a esmerilhadeira.

A utilização do rebolo certo deve ser adequada ao tipo de ferramenta de corte, mas também deve ser adequada ao tipo de máquina utilizada pelo afiador, ou seja, o rebolo tem que encaixar perfeitamente e estar em conformidade com a máquina em uso e suas características.

Quando as máquinas são utilizadas para a afiação, como as máquinas afiadoras, é necessário ter um profissional experiente, já que com ela é possível afiar grande parte das ferramentas policortantes, diferentemente da moto esmeril que é bastante útil para afiação das ferramentas monocortantes.

Essas máquinas afiadoras dispõem de suportes que podem ser orientados para todos os lados e ajudam a posicionar a aresta a ser afiada, de maneira que a inclinação seja a mais justa possível com o rebolo.

Com isso, não há o desgaste de forma irregular da superfície do rebolo e, assim, também é possível reduzir as chances de aquecimento da aresta de corte da ferramenta.

Conclusão

Já que você chegou até aqui, deve ter entendido que a afiação é um fator fundamental para o alto desempenho das ferramentas de corte, do aumento na produtividade e na qualidade das ferramentas, seja ela uma broca, fresa, faca, serra, macho, ou qualquer outro tipo.

Você também compreendeu que para uma afiação eficaz é necessário analisar diversos fatores que podem influenciar na afiação das ferramentas, como a escolha do rebolo certo que deve ser adequado ao tipo de máquina do afiador e ao tipo da ferramenta de corte.

Você consegue realizar uma boa afiação com todos os aspectos elencados aqui, mas se quiser saber algumas dicas de qual rebolo comprar para a afiação com esmeril, fale com um de nossos especialistas! Conte conosco =)


Rebolo Abrasivo

  • Vinicius Martins

    Olá
    Preciso afiar dois modelos de fresas e estou com dúvida sobre onde e como devo proceder . Segue os modelos.

    FRESA CABO DE VASSOURA HW-125X40- 2 cabos de 24mm

    FRESA CABO DE VASSOURA HW-125X40- 2 cabos de 29mm

    Desde já agradeço pela atenção.